30 de abril de 2012

Música de amor


São necessárias duas pessoas para haver aconchego.
Mantenha sempre uma expressão agradável no rosto. Ele é o espelho onde seu amado deve se refletir.
Cantar atrai mais afeição do que gritar.
Finalmente, pense: quando você tem amor no coração qualquer pessoa ao seu redor encontra alegria em sua presença.

Não deixe para depois


Às vezes, por motivos banais, deixamos passar oportunidades únicas, que jamais se repetirão em nossas vidas.
São momentos em que uma distração qualquer nos afasta do abraço afetuoso de um ser querido…
Um compromisso, que poderíamos adiar, nos impede de ficar um pouco mais com alguém que nos deixará em breve…
Depois, como aconteceu ao pai que recusou os beijos do filho, só resta a dor do arrependimento.
E essa dor é como um fogo que queima sem consumir.
E não é necessário que a pessoa a quem negamos nossa atenção seja arrebatada pela morte, para que sintamos o desconforto do arrependimento.
Quantos filhos deixam de procurar os pais, por falta de atenção, e se vão, em busca de alguém que ouça seus desabafos ou responda suas perguntas.
Quantas esposas se fecham no mutismo, depois de várias tentativas de diálogo com o companheiro indiferente ou frio.
Quantos esposos se isolam, após tentativas frustradas de entendimento.
Por todas essas razões, vale a pena prestar atenção nos braços que se distendem para um abraço, os lábios que se dispõem para um beijo, as mãos que se oferecem para um carinho.
*   *   *
Um gesto de ternura deve ser sempre bem recebido, mesmo que estejamos sobrecarregados, cansados, sem vontade de atender.
Uma demonstração de amor é sempre bem-vinda, para dar novo colorido às nossas horas, ao nosso dia a dia, às nossas lutas.
O amor, quando chega, dissipa as trevas, clareia o caminho, perfuma o ambiente e refaz o ânimo de quem lhe recebe a suave visita.

Ainda que eu falasse A língua dos homens E falasse a língua dos anjos, Sem amor eu nada seria.




Monte Castelo
Legião Urbana

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.

É só o amor! É só o amor
Que conhece o que é verdade.
O amor é bom, não quer o mal,
Não sente inveja ou se envaidece.

O amor é o fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor eu nada seria.

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É um não contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder.

É um estar-se preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrário a si é o mesmo amor.

Estou acordado e todos dormem.
Todos dormem. Todos dormem.
Agora vejo em parte,
Mas então veremos face a face.

É só o amor! É só o amor
Que conhece o que é verdade.

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.

Ação

"Você pode ter muitas grandes idéias em sua cabeça, mas o que faz a diferença é a ação.
Sem ação sobre uma idéia, haverá nenhuma manifestação, sem resultados e nenhuma recompensa"
Desconhecido

29 de abril de 2012

Antes de desanimar


Antes de você desanimar porque fracassou em alguma coisa, pense que somente alcança o sucesso quem insiste, apesar de tudo.
Fred Astaire, o famoso ator que encantou as telas do cinema dançando, ao fazer seu primeiro teste para o cinema, recebeu as informações de que não sabia atuar.
Era careca, dizia o relatório, e ainda dançava um pouco.
O professor de Enrico Caruso dizia que ele não tinha voz e não era capaz de cantar. Acreditando nisso, os pais de Enrico queriam que ele fosse engenheiro. Ele não desistiu e se tornou famoso cantor de ópera, admirado até os dias atuais.
Winston Churchill foi reprovado na sexta série. Somente se tornou Primeiro Ministro da Inglaterra depois dos 60 anos. Sua vida foi cheia de derrotas e fracassos. Mas ele nunca desistiu.
Chegou a dizer um dia: Eu deixaria a política para sempre, se não fosse a possibilidade de um dia vir a ser Primeiro-Ministro. Conseguiu.
E talvez poucos saibam: ele foi prêmio Nobel de literatura em 1953, por suas memórias da Segunda Guerra Mundial.
Walt Disney foi despedido pelo editor de um jornal por falta de idéias. Você pode imaginar tal coisa?
Antes de construir a Disneylândia, foi à falência diversas vezes. Nunca desanimou.
Richard Bach teve recusada a sua história de dez mil palavras por 18 editoras. Era a história de uma gaivota que planava.Uma gaivota chamada Fernão Capelo Gaivota.
Porque ele não desistiu, em 1970 a MacMillan publicou a história e em 5 anos vendeu mais de 7 milhões de exemplares, só nos Estados Unidos.
Rodin era considerado por seu pai como um idiota. Seu tio dizia que ele era um caso perdido. Por três vezes ele foi reprovado na admissão à escola de artes.          Descrito como o pior aluno da escola, Rodin não desistiu e deu ao mundo maravilhas da escultura como O pensador, O beijo e Filho pródigo.
Chegou a ficar afastado do mundo das artes por dez anos, quando teve uma de suas obras recusada para exposição.Contudo, em 1900, em Paris, foi lhe destinado um pavilhão inteiro para a mostra de 168 trabalhos seus.
Ao morrer, o hotel em Paris, onde viveu seus últimos nove anos de vida, se transformou em Museu Rodin, tendo ele legado suas obras ao Estado.
Assim acontece com todos os que perseguem os seus sonhos, não se permitindo desanimar por fracassos, derrotas ou julgamentos precipitados.
Portanto, se você está a ponto de desanimar, pare um pouco e pense. Logo haverá de descobrir que ainda há muitas tentativas a serem feitas.
Há muita gente a ser procurada, muitos dias a serem vividos e muitas conquistas a alcançar.
Não há limites para quem acredita que pode atingir os seus objetivos, que pode concretizar os seus projetos.
Charles Darwin, conta sua biografia, era considerado por todos seus mestres e por seu próprio pai, um garoto comum e intelectualmente bem abaixo do padrão médio.
Por que não se permitiu desanimar, se transformou no pai da Teoria da Evolução.
Pense nisso e tente outra vez. E outra mais.
Não se deixe abater por críticas, por experiências mal sucedidas. Vá em frente. Tente de novo e verá que os seus esforços alcançarão êxito.

Deus não permita

Que Deus não permita que eu perca o romantismo, mesmo eu sabendo que as rosas não falam;

Que eu não perca o otimismo, mesmo sabendo, que o futuro que nos espera não é assim tão alegre;

Que eu não perca a vontade de viver, mesmo sabendo que a vida é em muitos momentos dolorosa;

Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas;

Que eu não perca a vontade de ajudar as pessoas, mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, reconhecer e retribuir esta ajuda;

Que eu não perca o equilíbrio, mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia;

Que eu não perca a vontade de amar, mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo, pode não sentir o mesmo sentimento por mim;

Que eu não perca a luz e o brilho no olhar, mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo, escurecerão meus olhos;

Que eu não perca a garra, mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários extremamente perigosos;

Que eu não perca a razão, mesmo sabendo que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas;

Que eu não perca o sentimento de justiça, mesmo sabendo que o prejudicado pode ser eu;

Que eu não perca o meu forte abraço, mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos;

Que eu não perca a beleza e a alegria de ver, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma;

Que eu não perca o amor por minha família, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços incríveis para manter a sua harmonia;

Que eu não perca a vontade de doar este enorme amor que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado;

Que eu não perca a vontade de ser grande, mesmo sabendo que o mundo é pequeno;

E acima de tudo…
Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente, que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, afinal de contas, a VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR!

Doçura


Não Julgue as pessoas pelo que acha.
Siga a sua vida e seja feliz!
Pois quem é feliz, cria pontes que ligam as outras pessoas e não muros de pensamentos ruins.
Mais doçura e zero amargura!
Adriana

Ânimo

 
- Que o ânimo continue correndo nas minhas veias.
- Que a força que eu preciso venha do meu coração, pois lá estão a minha FÉ, AMOR, BONDADE e o principal: A JAQUE♥

Dri.

" De modo suave você pode sacudir o mundo." Gandhi

Pensamento forte

Pra quem tem pensamento forte o impossível é só questão de opinião.
Charlie Brown Jr. (Só os loucos sabem)
 A Jaque adora essa música!

27 de abril de 2012

É muito mais fácil criticar do que ajudar alguém.


É muito mais fácil criticar do que ajudar alguém.
Adriana Silva

Um dia a gente cansa...



Um dia a gente cansa.. cansa de esperar, cansa de se doar, cansar de se esforçar, cansar de chorar, cansa de sofrer, cansa de se decepcionar.. e cria forças pra deixar tudo q nos cansou pra trás ! Mas tomara q depois de todo esse cansaço o coração permaneça limpo, lindo, bonito, amando.. Que o cansaço não torne o coração ruim, frio, sem amor ! Pra que a gente não faça com as pessoas o que as pessoas fazem com a gente...

O peso que a gente leva...


Olho ao meu redor e descubro que as coisas que quero levar não podem ser levadas. Excedem aos tamanhos permitidos. Já imaginou chegar ao aeroporto carregando o colchão para ser despachado?

As perguntas são muitas... E se eu tiver vontade de ouvir aquela música? E o filme que costumo ver de vez em quando, como se fosse a primeira vez?

Desisto. Jogo o que posso no espaço delimitado para minha partida e vou. Vez em quando me recordo de alguma coisa esquecida, ou então, inevitavelmente concluo que mais da metade do que levei não me serviu pra nada.

É nessa hora que descubro que partir é experiência inevitável de sofrer ausências. E nisso mora o encanto da viagem. Viajar é descobrir o mundo que não temos. É o tempo de sofrer a ausência que nos ajuda a mensurar o valor do mundo que nos pertence.

E então descobrimos o motivo que levou o poeta cantar: “Bom é partir. Bom mesmo é poder voltar!” Ele tinha razão. A partida nos abre os olhos para o que deixamos. A distância nos permite mensurar os espaços deixados. Por isso, partidas e chegadas são instrumentos que nos indicam quem somos, o que amamos e o que é essencial para que a gente continue sendo. Ao ver o mundo que não é meu, eu me reencontro com desejo de amar ainda mais o meu território. É conseqüência natural que faz o coração querer voltar ao ponto inicial, ao lugar onde tudo começou.

É como se a voz identificasse a raiz do grito, o elemento primeiro.

Vida e viagens seguem as mesmas regras. Os excessos nos pesam e nos retiram a vontade de viver. Por isso é tão necessário partir. Sair na direção das realidades que nos ausentam. Lugares e pessoas que não pertencem ao contexto de nossas lamúrias... Hospitais, asilos, internatos...

Ver o sofrimento de perto, tocar na ferida que não dói na nossa carne, mas que de alguma maneira pode nos humanizar.

Andar na direção do outro é também fazer uma viagem. Mas não leve muita coisa. Não tenha medo das ausências que sentirá. Ao adentrar o território alheio, quem sabe assim os seus olhos se abram para enxergar de um jeito novo o território que é seu. Não leve os seus pesos. Eles não lhe permitirão encontrar o outro. Viaje leve, leve, bem leve. Mas se leve.

Padre Fábio de Melo

26 de abril de 2012

Das Utopias


Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!  

Mário Quintana

Tudo tem o seu par...


Para toda malícia, tem uma inocência. Para toda chuva, tem um sol. Para toda lágrima, tem um sorriso.
Tati Bernardi

Aquilo que somos...


"Somos aquilo o que recordamos e também o que resolvemos esquecer."
Ivan Izquierdo

A vida muda, quando "você muda".




Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida... Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito: "Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes". No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório. Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava: - Quem será que estava atrapalhando o meu progresso ? - Ainda bem que esse infeliz morreu ! Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles. A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"? No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo... Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO! Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida. Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo. "SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA... QUANDO VOCÊ MUDA! VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA." O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando "você muda". 

 Luís Fernando Veríssimo

25 de abril de 2012

O VASO

Era uma vez um vaso...
Era um vaso bonito. Mas muito mais bonito do que ele eram as flores que nele existia.
Mesmo com todas as condições desfavoráveis, todas as flores sempre estavam bonitas.
Até que um dia, uma mão parou de regar, e as flores perderam a sua beleza, e as flores se esturricaram de tanto pedir uma gotinha de água.
Elas morreram... mas a terra e o vaso continuaram lá.
Daí, quando percebeu-se que o vaso já não tinham mais flores jogou-se o vaso fora.
E ainda reclamou-se porque elas morreram.
Ora... você não colocou água, como queria que elas vivessem?
E com total desprezo, e esquecimento pelo perfume e beleza que elas proporcionaram alguém jogou o vaso no lixo.


Adriana Silva

A beleza das pessoas e o reconhecimento que precisamos uns dos outros...


19 de abril de 2012

Inversão de Valores.


Chique é ser feliz
Elegante é ser honesto
Bonito é ser caridoso
Charmoso é ser grato
O resto é apenas
inversão de valores.

# Fato! ;)

Dia desses...

Dia desses...

Alguém me chamou de deficiente,

De insignificante, e de incapaz...
Mas se pra Jesus eu for eficiente,
O que acham de mim tanto faz!
Lídia Vasconcelos

Ser simples é ser incrível!

18 de abril de 2012

Ainda bem...


Ainda bem que sempre existe outro dia.
E outros sonhos. E outros risos. E outras pessoas.
E outras coisas...
(Clarice Lispector)

17 de abril de 2012

Amizade se escreve assim


Foi durante a Primeira Grande Guerra. Eles eram jovens e a amizade que os unia tinha a ver com alguns momentos de lazer, de música e, sobretudo, de sobrevivência.

Ele não poderia esquecer que devia sua vida a um j
udeu alemão chamado Erik.

Um ano mais velho que ele próprio, Erik ensinou Hans a tocar acordeão.

Certo dia, o sargento entrou no alojamento perguntando quem tinha letra bonita.

O capitão precisava que fossem escritas umas 12 cartas. Ele estava com reumatismo ou artrite ou algo parecido e não podia escrevê-las.

Ninguém se voluntariou. Erik, no entanto, resolveu indicar o amigo. Falou que ele tinha caligrafia impecável.

Em verdade, a capacidade de redação de Hans era reduzida. Mas ele escreveu as cartas, enquanto o restante dos homens entrava em combate.

Nenhum deles voltou. O corpo de Erik foi encontrado em vários pedaços, numa colina cheia de relva.

Hans guardou o acordeão do amigo e o levou consigo, durante toda a guerra.

Ao regressar para casa, localizou a família de Erik para devolver o instrumento.

A viúva não o quis. Olhar para o instrumento musical lhe trazia memórias ainda mais nítidas do tempo em que ela e o marido davam aulas de música.

Hans tocou para ela, enquanto ela chorava, em silêncio.

Num papel, Hans escreveu seu nome e endereço.

Sou pintor profissional. Pinto seu apartamento de graça, quando a senhora quiser.

Hans se foi, logo após descobrir que Erik deixara um filho pequeno de nome Max.

Mais de 20 anos se passaram. Com a chegada da Segunda Guerra Mundial e a perseguição aos judeus, Max foi ocultado em um depósito por meses a fio, por um amigo alemão.

Contudo, o perigo aumentava dia a dia. Era preciso sair dali.

Max lembrou de Hans, o amigo de seu pai. E da promessa feita a sua mãe.

Sim, ela nunca precisara da pintura no apartamento. Mas ele precisava de um abrigo.

Um contato foi enviado ao endereço de Hans. Semanas depois, veio a informação: Hans ainda tocava acordeão, o do pai de Max.

Não era filiado ao Partido Nazista. Era pobre, casado e tinha uma criança. Importante: ele lhe mandara um livro. Na capa interna, uma chave. A chave de sua casa.

Assim, nas primeiras horas de uma madrugada silenciosa, na pátria do nazismo, um jovem judeu chegou à casa de Hans.

Colocou a chave na fechadura, entrou na cozinha.

Hans despertou. Desceu os degraus, no escuro.

No escuro encontrou o jovem fugitivo. Fez-lhe café para aquecê-lo.

Depois, o escondeu no porão.

Era uma situação aflitiva. Assustadoramente aflitiva.

Se Hans e a esposa fossem apanhados dando abrigo a um judeu, seriam presos, condenados, talvez mortos.

Nunca mais veriam a criança… Mas Hans fizera uma promessa.

Devia sua vida ao pai daquele jovem. Jamais poderia esquecer isso.

* * *

Amizade se escreve de muitas formas. Pode se escrever com l, de lealdade, com g, de gratidão, com c, de coragem.

Mas, principalmente, com a, de amor, sentimento elevado sempre presente nas almas nobres.

Pense nisso.

16 de abril de 2012

Um ângulo especial


Era uma manhã de um dia de semana, desses de céu aberto e muito sol. Um trabalhador dirigiu-se para seu local de trabalho.
Passando em frente a um templo religioso, decidiu entrar. Era uma sala muito ampla e ele sentou num dos últimos lugares, bem ao fundo.
Ali se pôs a fazer sua oração cheia de vida, dialogando com Jesus.
Ouviu, então, em meio ao silêncio, uma voz de alguém, cuja presença não tinha percebido: Escute, venha aqui. Venha ver a rosa.
Ele olhou para os lados, para a frente e viu uma pessoa sentada num dos primeiros lugares. Levantou-se e a voz falou outra vez:
Venha ver a rosa.
Embora sem entender, ele se dirigiu até a frente e percebeu que sobre a mesa havia realmente um vaso, no qual estava uma linda rosa.
Parou e começou a observar o homem maltrapilho que, vendo-o hesitante, insistiu: Venha ver a rosa.
Sim, estou vendo a rosa, respondeu. Por sinal, muito bonita.
Mas o homem não se conformou e tornou a dizer:
Não, sente-se aqui ao meu lado e veja a rosa.
Diante da insistência, o trabalhador ficou um tanto perturbado. Quem seria aquele homem maltrapilho? O que desejaria com aquele convite?
Seria sensato sentar-se ali, ao lado dele? Finalmente, venceu as próprias resistências, e se sentou ao lado do homem.
Veja agora a rosa, falou feliz o maltrapilho.
De fato, era um espetáculo todo diferente. Exatamente daquele lugar onde se sentara, daquele ângulo, podia ver a rosa colocada sobre um vaso de cristal, num colorido de arco-íris.
Dali podia-se perceber um raio de sol que vinha de uma das janelas e se refletia naquele vaso de cristal, decompondo a luz e projetando um colorido especial sobre a rosa, dando-lhe efeitos visuais de um arco-íris.
E o trabalhador, extasiado, exclamou: É a primeira vez que vejo uma rosa em cores de arco-íris. Mas, se eu não tivesse me sentado onde estou, se não tivesse tido a coragem de me deslocar de onde estava, de romper preconceitos, jamais teria conseguido ver a rosa, num espetáculo tão maravilhoso.
*   *   *
É preciso saber olhar o outro de um prisma diferente do nosso.
O amor assume coloridos diversos, se tivermos coragem de nos deslocarmos de nosso comodismo, de romper com preconceitos, para ver o diferente e o novo.
Há uma rosa escondida em toda pessoa, que não estamos sendo capazes de enxergar.
Há necessidade de sairmos de nós mesmos, de nos dispormos a sentar em um lugar incômodo, de deixar de lado as prevenções, para poder ver as rosas do outro, de um ângulo diverso.
Realizemos essa experiência, hoje, em nossas vidas. Procuremos aceitar que podemos ver um colorido especial onde, para nós, nada havia antes, ou talvez, de acordo com nosso modo de pensar, jamais poderiam ser vistas outras cores.

Agradeça por existir

Somos quem podemos ser Sonhos que podemos ter... (Engenheiros do Hawaii)

14 de abril de 2012

Sabedoria e Serenidade

Desejo...


"Desejo que o seu melhor sorriso, esse aí tão lindo, aconteça incontáveis vezes pelo caminho. Que cada um deles crie mais espaço em você. Que cada um deles cure um pouco mais o que ainda lhe dói. Que cada um deles cante uma luz que, mesmo que ninguém perceba, amacie um bocadinho as durezas do mundo."

(Ana Jácomo)

12 de abril de 2012

11 de abril de 2012

Abandone a dor!


A partir do momento que se abandona uma dor, você começa a se sentir feliz novamente.
Adriana Silva.

Quantas Vezes..


... nós pensamos em desistir,
deixar de lado, os ideais e os sonhos.
Quantas vezes batemos em retirada,
com o coração amargurado pela injustiça.
Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade,
sem ter com quem dividir.
Quantas vezes sentimos solidão,
mesmo cercados de pessoas.
Quantas vezes falamos sem sermos notados.
Quantas vezes lutamos por uma causa perdida.
Quantas vezes voltamos para casa
com a sensação de derrota.
Quantas vezes aquela lágrima teima em cair,
justamente na hora em que precisamos parecer fortes.
Quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, um pouco de luz.
E a resposta vem seja lá como for, um sorriso, um olhar cúmplice,
um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor.
E a gente insiste.
Insiste em prosseguir, em acreditar, em transformar,
em dividir, em estar, em ser.
E Deus insiste em nos abençoar, em nos mostrar o caminho:
aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito.
E a gente insiste em seguir, porque tem uma missão... SER FELIZ!

A Lista


Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber

Quantas mentiras você condenava
Quantas você teve que cometer
Quantos defeitos sanados com o tempo
Era o melhor que havia em você

Quantas canções que você não cantava
Hoje assovia pra sobreviver
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você.

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais

Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você.

Lilian Poesias.

9 de abril de 2012

Sorriso


Não viro a cara para meus acusadores, embora eles só mereçam desprezo, mas os enfrento com um olhar límpido como minha consciência e um leve sorriso no canto da boca.
Luís Fernando Veríssimo

O caderno


"Eu não sei se você se recorda do seu primeiro caderno. Eu me recordo do meu. Com ele eu aprendi muita coisa. Foi nele que eu descobri que a experiência dos erros ela é tão importante quanto a experiência dos acertos. Porque visto de um jeito certo, os erros, eles nos preparam para nossas vitórias e conquistas futuras, porque não há aprendizado na vida que não passe pela experiência dos erros. Caderno é uma metáfora da vida. Quando os erros cometidos eram demais, eu me recordo que a nossa professora nos sugeria que a gente virasse a página, era um jeito interessante de descobrir a graça que há nos recomeços, ao virar a página os erros cometidos deixavam de nos incomodar e a partir deles a gente seguia um pouco mais crescido".
O caderno nos ensina que erros não precisam ser fontes de castigos. Erros podem ser fontes de virtudes. Na vida é a mesma coisa, o erro tem que estar a serviço do aprendizado, ele não tem que ser fonte de culpas, de vergonhas, nenhum ser humano pode ser verdadeiramente grande, sem que seja capaz de reconhecer os erros que cometeu na vida. Uma coisa é a gente se arrepender do que fez, outra coisa é a gente se sentir culpado. Culpas nos paralisam, arrependimentos não, eles nos lançam pra frente e nos ajudam a corrigir os erros cometidos.
Deus é semelhante ao caderno, ele nos permite os erros para que a gente aprenda a fazer do jeito certo. Você tem errado muito? Não importa, aceite de Deus esta nova página de vida, que tem o nome de "hoje", recorde-se das lições do seu primeiro caderno. Quando os erros são demais, vire a página."
(Padre Fábio de Melo)

Capacidade de Amar...


Como está a nossa capacidade de amar? Uma coisa é amar por necessidade e outra é amar por valor. Amar por necessidade é querer sempre que o outro seja o que você quer. Amar por valor é amar o outro como ele é, quando ele não tem mais nada a oferecer, quando ele é um inútil e por isso você o ama tanto. Na hora em que forem embora as suas utilidades, você saberá o quanto é amado!

Padre Fábio de Melo

Coragem!


"A gente precisa esquecer coisas que nos entristece e nos apegar e lutar por coisas que nos dão alegria. Pois as coisas vão acontecendo, e nem sempre a vida é fácil, mas se a gente não escancara um sorriso, até a nossa coragem vai embora"


É com essa mensagem que desejo uma boa semana a todos: Que tenhamos coragem pra assumir as nossas tristezas, e transformá-las em alegrias. Que possamos seguir tendo a certeza que hoje fizemos o melhor que pudemos, e que somos pessoas melhores do que ontem. E ao colocarmos a nossa cabeça no travesseiro, a consciência tranquila pra que o nosso repouso seja de fato um descanso da nossa alma.

Adriana

6 de abril de 2012

Mostro em gesto o que é o Amor

Se o Amor que me oferece é tecido de Palavras, eu estendo os Meus braços, mostro em gesto o que é o AMOR
( Padre Fábio de Melo)

Amor, Morte e Ressurreição.


Ninguém ama, sem morrer um pouco, mas ninguém é Amado sem Ressuscitar também. Por isso, precisamos dos dois movimentos do Amor.

Padre Fábio de Melo

5 de abril de 2012

Cristo sofreu por nós!


Nem sempre é fácil falar de mágoas quando se fala o tempo todo de amor.
Mas eu entendo que uma ferida só pode cicatrizar, e a gente nascer de novo quando conseguimos colocá-las pra fora e resolver esse impasse com nosso próprio eu.
Essa data importante que se fará amanhã mostra que ninguém sofreu tanto quando Jesus Cristo.
E mesmo sofrendo por nós ele nos ama. E no entanto esquecemos dele.
Seja qual for a sua religião, o nosso Deus, o nosso Jesus é o mesmo.
Que ELE conforte nossos corações nas nossas aflições, nos dizendo que ele também sofreu, e está entre nós.
Que valorizemos nossas alegrias, nossa família, nossos amigos, e as pessoas que estão ao nosso lado em todos os momentos.
E aqueles que não estão, e aqueles que não nos compreende, oremos por essas pessoas, pra que um dia quem sabe respeite uns aos outros.
Desejo uma FELIZ PÁSCOA A TODOS VOCÊS. Muito amor no coração sempre. 

Adriana Silva

Feliz Páscoa!


3 de abril de 2012

Achar, Pensar, Ser e Estar.


Eu achei que você era uma coisa e você é outra.
Quantas vezes ouviu isso?
O problema é que muitas vezes projetamos a imagens das pessoas, como seres perfeitos. E como nos enganamos! Criamos expectativas e nos frustramos. Projetamos vontades, sonhos...

As pessoas não são metade do que achamos ser ou que projetamos. Sabemos quem são convivendo... Ou enxergando a essência dessas de longe se não é possível conviver.

Muitas vezes nos transformamos em seres totalmente diferentes por conta de algumas dificuldades na vida, de algumas necessidades.

Talvez como uma defesa, e em outras nem nos damos conta disso. Muitas vezes, ao querer fazer tudo certo, acabamos magoando pessoas, e essas precisam gritar, falar por estarem sentindo muita dor sobre seus sentimentos e aflições.

E quando as pessoas falam sobre o que magoa e a outra não está nem aí, daí a coisa passa a ser inconsciente para intencional. O virar as costas, dar os ombros, o ser indiferente, o dar desprezo, mesmo sem querer fazer é uma forma de agir com intenção de magoar.

Se nós olhássemos pra muitas coisas em nós talvez não faríamos com as pessoas. Muitas vezes nos viramos no avesso e por isso as pessoas não nos reconhecem. Em muitas situações elas só enxergaram o nosso melhor, e de fato, tiveram de nós o melhor, mas por algum desvio do destino, depara-se com a nossa pior faceta.

A verdade de tudo isso, é que seja lá como estivermos quem nos ama terá condições de conviver com nosso melhor e nosso pior. Com nossos altos e baixos, terá paciência pra nos assistir, pois pior do que isso é perder quem se gosta.

Talvez nosso grau de evolução esteja muito acima do que pensamos, ou que ainda não alcançamos, pois a nossa maturidade e percepção é algo gradual, e para se chegar lá, é preciso ter paciência consigo, com as pessoas, perder com algumas, e ir a cada dia trabalhando em algum ponto com mais ou menos força.

A conquista diária é nossa. E sempre temos muito que fazer com nós mesmos. Essa é uma tarefa contínua e necessária.

E ao mesmo tempo, as pessoas não precisam fazer nada, pois a obrigação universal é de nós para nós mesmos. Temos que nos carregar a vida inteira independente de quem esteja ou não ao nosso lado. E o compromisso real é nos amarmos sempre. E de a cada dia tentar ficar bem... apesar de tudo que nos acontece...

Que o encorajamento seja sempre a nossa meta pra buscarmos sermos pessoas melhores para nós mesmos!

Adriana Silva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...