29 de setembro de 2014

Uma Joaninha Diferente

A Vaca no Penhasco



"Mestre e discípulo andavam pela estrada. O caminho era inóspito, agressivo. O ambiente não era favorável à vida. Muitas pedras e montanhas escarpadas de muito pouca vegetação. Avistaram, ao longe, uma casinha de aspecto pobre e humilde, e para lá se dirigiram. 
Foram recebidos, hospitaleiramente, pelo dono da casa e sua numerosa família. Foram abrigados, e os residentes, com eles, compartilharam sua escassa comida e seu espaço para dormir. Interrogado pelo mestre, o dono da casa disse que a alimentação provinha de uma única fonte: uma única vaca da qual tiravam leite e seus subprodutos. O excedente era usado para efetuar trocas no povoado mais próximo. Mestre e discípulo ficaram ali mais alguns dias, e depois partiram. Algumas horas depois da partida, o mestre disse ao discípulo:
 - Volte lá, às escondidas, e jogue a vaca no penhasco. 
Estupefato, o discípulo argumentou: 
- Mestre, como podes me pedir isto? Então não percebes a pobreza de tão numerosa família, e que seu único sustento é a vaca? E, mesmo assim, pedes-me para jogá-la no penhasco?
- Sim - disse o mestre. Jogue a vaca no penhasco. 
Desorientado, o discípulo decidiu atender o mestre, no entanto, não conseguia fazê-lo, sem sentir uma enorme culpa. Mesmo assim, o fez pelo mestre. 
Alguns anos depois, passavam novamente pelas proximidades, o mestre e o discípulo. Sem nada dizer ao mestre, o discípulo decidiu que faria a expiação, e pediria perdão por ter jogado a vaca do penhasco. Assim, dirigiu-se até lá. Mas, quando chegou, não mais encontrou a pobre casinha em seu lugar. Havia uma construção nova e confortável. As pessoas, que avistou, eram limpas e bem vestidas, o ambiente era de trabalho, e o progresso era evidente. Foi, então, até uma das pessoas e perguntou:
- Há uns dois ou três anos, aqui havia uma pequena e pobre casinha. Saberia me dizer para onde foram aquelas pessoas? 
- Somos nós - respondeu o homem. 
- Não, refiro-me àquelas pessoas pobres que aqui viviam.
- Somos nós - respondeu ele, novamente. 
- Mas, o que aconteceu? - disse, olhando o progresso a sua volta. 
- Bem - disse o homem. Aconteceu, numa noite, um terrível acidente, em que nossa vaca, nossa única vaca, caiu do penhasco, e ficamos sem nossa fonte de sustento. Não tivemos outra alternativa, então, a não ser buscar trabalho. Descobrimos, então, nossas próprias capacidades, e as potencializamos. Como resultado, temos hoje uma bonita e confortável casa". 
Um mestre pode saber além da percepção do que está a nossa frente. Por isso, já sabia o que se desencadearia ao mandar jogar a vaca do penhasco. Já o discípulo, nada pode ver ainda, a não ser o que está diretamente a sua frente. Por isto, somente viu o infortúnio daquelas pessoas. O infortúnio é imediato. O infortúnio é transitório.

(Desconheço Autoria)

27 de setembro de 2014

Aprenda sobre Eplepsia

Afinal, você sabe o que é RESILIÊNCIA ?


Resiliência pode ser definida como a capacidade do indivíduo em suportar pressões. A capacidade de atravessar experiências adversas sucessivas, enfrentar problemas e dificuldades, sem comprometer a condição de prosseguir e se desenvolver.

Esta postura requer energia, equilíbrio emocional, autoestima e autoconfiança.

A vida nos coloca frente a frente com situações adversas e, muitas vezes, traumáticas. Por isso, pessoas que desenvolvem um comportamento vencedor conseguem transformar dificuldades em oportunidades de crescimento e prosseguir em situações nas quais as demais costumam ficar emocionalmente abaladas.

Nosso grau de resiliência é uma consequência da boa estruturação de nosso universo interior e depende dos vínculos que estabelecemos com a vida e com as pessoas mais significativas que dela participam.

Ser resiliente é superar problemas, extrair lições das dificuldades e seguir fortalecido. Quanto maior for o nosso nível de consciência, maiores serão nossas possibilidades de agir assim.

O mundo é dos fortes, dos que superam corajosamente as dificuldades e obstáculos, recomeçando continuamente, sem jamais esmorecer.

Quanto maior for nossa resiliência, maiores serão as condições de desenvolvimento pessoal e profissional, maior a motivação e a capacidade de lidar com situações tensas e complexas, algo extremamente valorizado no ambiente corporativo.


Créditos > Página Oficial: Carlos Hilsdorf

24 de setembro de 2014

Injustiça, Calúnia, Difamação, Abandono e Rejeição.


Quem nunca passou por uma dessas situações ou por todas?

Carregamos conosco desde a nossa infância algumas situações que podemos superar ou não. Se trabalharmos e amadurecermos conseguiremos nos aceitar e esse é o ponto mais importante: A auto aceitação. O que mais machuca percebo eu no decorrer da minha vida não é apenas o que fazem conosco e sim o que fazemos de nós mesmos.

Com o passar do tempo, ao passar ou reviver algumas dessas situações nossa caixa de memórias é aberta novamente. Em nossa cabeça passa a nossa vida inteira, e todos esses momentos. Então, aquilo que já é grande fica gigante dentro de nós. Essa sensação se potencializa e se não soubermos lidar ela engole-nos.

Muitas pessoas sofrem a vida inteira por não conseguirem lidar com esses sentimentos repetitivos. Sempre iremos passar vez ou outra diante deles, ou eles passarem por nós. Porém a diferença é que se você se aceitar tudo isso pode lhe afetar, mas você logo vai se erguer novamente e dizer: Não sou isso, Por mais que me façam mal, não tenho que cooperar pra me fazer maior mal ainda. Ou seja: Não se injustiçar, caluniar, difamar,  abandonar e rejeitar.

A  partir do momento que você se aceita, se respeita, se compreende e enxerga as suas dificuldades você passa a entender que as coisas que fazem com você podem ser reflexos da forma que você age, como uma troca. Porém existem aquelas atitudes gratuitas no qual não devemos nos responsabilizar. Se uma pessoa quer te enfraquecer sinal que ela é fraca. Nem todo mundo é o que aparenta ser. Ouso a dizer que ninguém. Não somos nem metade do que estamos e somos por fora pois o nosso íntimo, aquilo que está lá dentro muitas vezes nem nós vemos, e se enxergamos a metade, ou boa parte estaremos no lucro.

O mais importante não é o que fazem conosco e sim o que fazemos de nós apesar de tudo que possamos enfrentar.  

(Adriana Silva)


Deus resolveu te fazer um vencedor


Sê inteiro em cada parte, 
em cada fragmento da vida que hoje está ao teu redor. 
Breve, leve e certo se despede este instante 
pra nunca mais pousar em tuas mãos. 
Tempo foge, escorrendo nos dias que vão, 
vai seguindo os trilhos da luz. 
Não permitas que a vida termine 
sem que extraias dela todo sabor. 
Deixa que a aventura de ser gente te envolva, 
prepara o que serás no que és. 
Não prenda os teus olhos nos olhares que te acusam, 
esquece a voz que te condenou. 
Eis que trago notícias do céu, 
Deus resolveu te fazer vencedor.

(Padre Fábio de Melo)

22 de setembro de 2014

Tudo...


Tudo vai, tudo volta. 
Eternamente gira a roda do ser. 
Tudo morre, tudo refloresce. 
Eternamente transcorre o ano do ser. 
Tudo se desfaz, tudo é refeito. 
Eternamente constrói-se a mesma casa do ser. 
Tudo se separa, tudo volta a se encontrar. Eternamente fiel a si mesmo permanece o anel do ser. 
Em cada instante começa o ser. 
Em torno de todo "aqui” rola a bola "acolá”. 
O meio está em toda parte. Curvo é o caminho da Eternidade.

Friedrich Wilhelm Nietzsche

É assim que enxergo a vida


"Não importam as dores, as angústias, nem as decepções que vou ter que encarar. Escolhi ser verdadeiro. No meu caminho, o abraço é apertado, o aperto de mão é sincero. Por isso, não estranhe a minha maneira de sorrir e de te desejar tanto bem. Eu sou aquela pessoa que acredita no bem, que vive no bem e que anseia o bem. É assim que eu enxergo a vida e é assim que eu acredito que vale a pena viver."

Clarice Lispector

Processo...


"Quando tento mudar alguma coisa em mim, às vezes a situação piora antes de melhorar.
Não me preocupo se isso acontece, porque sei que é o começo do processo.
É como se fossem linhas antigas se desembaraçando.
Eu simplesmente me deixo levar.
São necessários tempo e esforço para aprender o que preciso.
Não espero mudanças imediatas.
A impaciência é uma resistência ao aprendizado.
Permito-me ir aprendendo passo a passo.
Aos poucos tudo vai ficando mais fácil." 

Lousie Hay

19 de setembro de 2014

Ilusões X Verdades


Apesar das escolhas, só acontece o que dá pra ser. Entre a verdade e as ilusões, vamos descobrindo como as coisas são. 
Não tenha medo de encarar a verdade. Enquanto as ilusões trazem dor, a verdade educa e fortalece. Aceite aquilo que é e siga adiante. 
Um dia, chegará o tempo em que tudo que escolhermos de bom, se realizará! Então, teremos encontrado o caminho da felicidade! 
Não acha que valerá a pena tentar? 

Silveira Sampaio

Paz Interior...


"Percebi que para seguir em frente livre de pesos era preciso tirar da canoa alguns excessos, o que maltratava minha alma, o que acorrentava minha liberdade, era preciso um pouco de amor próprio. A paz interior realmente tem me feito um bem danado. Em silêncio sorrio e agradeço." 

Vitor Ávila

17 de setembro de 2014

Só Deus pode nos julgar.


Que cada passo meu seja observado por Deus. Que ele me julgue. Só ele tem o livre arbítrio. Poderá me dar a pena máxima, ou suavizar meu caminho...

Sil Guidorizzi



Coisas que a vida ensina


"Não entrar na dança da mediocridade. Do baixo astral. Das más vibrações. Ficar em silêncio quando não tiver a capacidade de disparar doçuras e delicadezas por aí. Humildade e capacidade de reconhecer erros, são qualidades que não se impõe a ninguém. São coisas que a vida ensina."

Karla Tabalipa

Renovação!


De repente a gente faz um retrospecto das coisas que fizemos. Olhamos para frente e pensamos: Que bom que fiz isso pra olhar com outros olhos o que tenho!
Pra renovar, preservar, perseverar, cuidar do que está de fato ao nosso lado, tendo em mente que o que possuímos não está em bens materiais, não está na roupa e nem na beleza. Tudo que temos está no nosso coração, está naquilo que plantamos na vida, nas pessoas que cativamos, naquilo que deixamos de bom quando partimos desse plano.
O que passou, passou! Não se repetirá. Nem as coisas boas, nem as ruins - Não do mesmo jeito. Iremos aprender a crescer apesar da dor, e iremos nos agigantar com nossos atos de amor.
Teremos algumas rugas a mais com o passar dos anos. Teremos algumas marcas nos joelhos devido aos tombos. Mas absolutamente nada disso será tão forte quanto as marcas que deixaremos para aqueles que amamos e para aqueles que verdadeiramente sentem o mesmo por nós. 

Com amor,
Adriana.

15 de setembro de 2014

Ideais


Relacionamentos com Predadores Emocionais - Assassinos Silenciosos


Roubam a sua cena interna.
Interrompem o seu sono e a sua paz emocional.
Querem viver a sua vida.
Não suportam a sua autonomia.
Invejam-lhe, mas não se dão conta disso.
Inventam que querem cuidar de você, quando, na verdade, querem lhe absorver até ultrapassarem todos os seus limites físicos e emocionais.
Insaciáveis, sugam sua energia até a morte.
Querem corromper sua sanidade, porque assim fica mais fácil a sua submissão.
Seduzem-lhe por onde você é mais seduzível. Quebram aos poucos sua autoestima. Minam a sua energia e se nutrem insaciavelmente de tudo o que é você. São inconvenientes e nem todos estão preparados para lidar socialmente com outros. Dizem que só tem você e que você é a ponte para o mundo. Incutem pena, culpa e cuidados reparadores.

Livre-se o mais rápido possível desses "lobos em pele de cordeiro", o destino deste tipo de relação invariavelmente é letal. Esteja alerta. Busque ajuda, fuja e saiba que nesse momento todos os seus medos são plantados por eles.
A solução para esse tipo de relacionamento é a ruptura imediata, o corte, e se possível, o rompimento por completo com toda forma de contato. Você não está apaixonado(a) e nem amando, está apenas intoxicado(a) pelo que ela(e) lhe infunde. É através da inserção de pensamentos e sentimentos desastrosos que o predador emocional, dia após dia, vai roubando a sua capacidade de lucidez. Suas ações funcionam como uma espécie de droga venenosa que é gradativamente injetada e que tem uma única função que é a de lhe intoxicar.
Acorde, você está correndo risco de vida. Acredite em você e em suas mais ínfimas percepções. Dê ouvidos a si mesmo.
Mesmo sendo fruto de situações aprendidas em nossa mais tenra infância, quando fomos doutrinados a sermos obedientes, educados, cordatos e convenientes, devemos nos lembrar que para sobrevivermos também precisamos saber impor limites e saber dizer não.

Vítimas deste tipo de assassinos silenciosos, em geral, têm uma visão cor-de-rosa da vida e acreditam que serão capazes de reparar absolutamente todo o mal-estar do outro, incluindo suas mudanças repentinas de humor. Para essa empreitada, muitas vezes atravessam seus próprios limites de tolerância física e emocional tentando agradar. Como tática do abusador, as tentativas de confortá-lo são pouquíssimas vezes apaziguadas e, com isso, as vítimas pouco a pouco vão perdendo toda a sua vitalidade e força psíquica. Erram drasticamente ao se imaginarem superpoderosas e sem limites em suas capacidades de resiliência. Agem norteadas por crenças inconscientes aprendidas desde muito cedo, na infância, e que dizem a respeito da necessidade de agradar e servirem os outros para controlar humores, não serem atacadas e, de algum modo, não serem abandonadas. Tudo isso para que no final possam ser bem vistas e, portanto, amadas. As cenas se repetirão de modo diverso, enquanto determinadas questões referentes ao amor-próprio não forem sanadas.

Tanto nos predadores, como nas vítimas, existe uma crença negativa sobre si mesmo. A diferença é o tipo de atitude. O predador, por ser frágil, não suporta ver a vida projetada fora de si mesmo. Inveja e quer destruir. Ao ver o outro existindo, ele tem a dimensão da sua não existência e quer destruir para sobreviver. Em suas artimanhas, repetidamente, vai incutir no outro da relação sentimentos de culpa por ele ficar magoado, mal-humorado, irritado e por aí vai. Insidiosamente, o predador vai instalando novos códigos de funcionamento cerebral onde as vítimas gradativamente vão esquecendo-se de si mesmas a ponto de não poucas vezes inocentarem o agressor assassino.

Tenho pacientes que relatam ter receio de pegar um copo de água sequer com medo de fazerem algo errado... Contam que sentem os parceiros à espreita observando-as e ao menor deslize, que na maioria das vezes nem é deslize, eles as desqualificam moralmente, literalmente acabando com elas. Na maioria das vezes, esse padrão de relação assediadora acontece dentro de casa e longe da visão externa, o que dificulta o entendimentos de todos, inclusive das vítimas em questão.

Créditos: Silvia Malamud 

12 de setembro de 2014

Nada falta


Nada falta para quem precisa. Embora o sol não esteja a vista em certos momentos, lembre-se que apesar do que parece,ele continua no mesmo lugar. Ele está lá, belo e brilhante a afirmar a beleza da vida e a grandeza de Deus! Portanto,não se deixe enganar pelas aparências.
Para você, o bem pode não estar visível em certos momentos, mas ele, mesmo assim continua agindo, distribuindo sua luz, colocando cada coisa no devido lugar, sustentando o equilíbrio.

(Lucius)

O medo que confunde as pessoas


Muitas pessoas alimentam seus medos porque acreditam que estão prevenindo o mal e com isso sentem-se mais seguros. Essa é uma falsa crença que atrai exatamente o que elas temem. O medo deprime, enfraquece, aflige e confunde as ideias. Só quem acredita na própria força tem a coragem para enfrentar os desafios do caminho e vencê-los.
Jogue fora todos os medos e o universo trabalhará em seu favor. Experimente e verá!

(Zibia Gasparetto)

11 de setembro de 2014

Parabéns Jaqueline pelos seus 15 anos!




Parabéns Filha!


Presente

15 anos!
 Parece que foi ontem que eu embarcava nessa viagem maravilhosa e linda. De muitas lutas é verdade. De alguns fracassos, erros, aprendizados, mas seguramente de muitos acertos e principalmente de muito amor.
Apesar de alguns problemas que enfrentamos eu jamais poderia crescer sem a sua ajuda filha. Jamais entenderia porque tudo aconteceu. Tenho certeza que Deus me reservou um grande espetáculo cheio de ternura, embrulhado em forma de presente: Gigantesco!
Quando olho pra você nem acredito sabia? Foi tão difícil no começo... Mas sempre me dispus a fazer o possível pra te ver bem e feliz. Aprendi ser sua mãe e a cada dia aprendo mais e mais com vc.
Não tenho palavras pra agradecer o cuidado que tem comigo. Há quem pense que eu te cuido. Sim, porque você depende não só dos cuidados, mas de mim, do meu amor incondicional por você. Mas você me cuida como anjo. Me sorri, me pede carinho, beijo, e diz que me ama. Ah filha! Ouvir isso é o verdadeiro presente.
Muitas vezes as dificuldades não me permitiram ver momentaneamente o quanto sou abençoada. Me perdoe. Sou falha e sou humana. Às vezes me sinto tão cansada... E não é de você. Mas eu respiro fundo porque quando o dia começa e quando ele termina eu tenho seu abraço.
Você contrariou todas as teorias médicas. Todos os diagnósticos. Deus permitiu que você aqui ficasse. Nada nessa vida é por acaso. Tudo tem as mãos DELE. Me lembro que quando você foi desenganada eu me ajoelhei, peguei o seu tercinho e disse: Entrego minha filha em TUAS mãos, sei que tem o melhor pra ela. Só não a deixe sofrer!
Tive a resposta dia a dia. Agora minhas lágrimas são de alegria por ter suportado, ultrapassado, superado junto com você tantas batalhas! Quantas vezes eu chorei achando que em algumas situações eu não daria conta, ou não teria solução. Quantas vezes eu disse: É muita coisa pra fazer!
Mesmo sem perceber, TUAS mãos me empurravam querido DEUS. Agradeço pela oportunidade diária, preciosa e única de ter a minha filha comigo. Não como um ato egoísta, mas por conseguir vê-la feliz, cheia de amor e felicidade. E creio eu que era essa a lição mais linda que tínhamos que aprender. Não só ser pais dela, mas sim passar o quanto ela é importante, amada e respeitada, da mesma forma que somos correspondidos.
Termino essa humilde carta agradecendo pela vida da minha filha. Nem sei se eu merecia tanto. Ela mostra coisas tão bonitas.... Que enquanto algumas pessoas acham que não vão conseguir viver por não ter algumas coisas, ela mostra que pode viver tudo mesmo sem ter o que muitos tem e sequer entendem porque acontece.
Obrigada pela oportunidade de cada piscar de olhos. Em cada um eles, onde fecho meus olhos pra abraçar minha filha eu sinto um amor enorme invadindo-me por completo.
(Adriana)

8 de setembro de 2014

Limites ou Limitações?


Quaisquer que sejam as nossas metas na vida, uma coisa é certa: teremos que superar a nós mesmos para realizá-las.
Portanto, nunca transforme limites em limitações.
Limites são as nossas fronteiras atuais e temporárias. Com nosso esforço e dedicação, podemos superá-los. Limitações são limites cristalizados, aceitos ao ponto de ser tornarem permanentes.
Nosso conhecimento atual sobre determinado tema tem um limite, mas se continuarmos estudando, vamos ampliá-lo. O mesmo ocorre com nosso corpo. Se realizarmos exercícios específicos, ganhamos condicionamento físico, fôlego, massa muscular, aumentamos nossa força e resistência, expandindo nossos limites.
Se algo está limitando você, não são seus limites, mas o medo e a ilusão de não poder vencê-los. Vença seus medos e suas ilusões e você irá superar seus limites!

Paz e Alegria,
Carlos Hilsdorf
Créditos: Página Oficial: Carlos Hilsdorf

5 de setembro de 2014

É hora de agir:


Velhos hábitos do passado, ainda automatizados, repetem-se em sua mente e essas energias precisam ser transformadas em algo melhor. É um esforço que terá de fazer para sentir-se bem, mas se ficar firme, não se deixar envolver pelo que já foi, conseguirá grande progresso, conquistará tudo que veio buscar aqui.
Cultive a alegria, a paz, acredite que é capaz e sinta que não está só. Nós estamos juntos!

Marcos Vinícius

Serenidade e Paz


Há algum tempo descobri o sentido de SERENIDADE. Ao mesmo tempo que descobri o sentido da PAZ apesar de tudo ao meu exterior ou interior estar uma bagunça. Aprendi a tomar sempre as decisões que me fazem bem, que me fazem alguém melhor. Também aprendi a ceder sem me agredir. Aprendo a cada dia porque ouso ser uma pessoa diferente do que fui ontem porém com a mesma essência, um pouco mais madura e atualizada. Não me apego à tristezas do passado, não me martirizo por coisas que não posso mudar nem controlar. Descobri que realmente tudo muda, a gente muda e quando conseguimos isso e pra melhor e mesmo que erramos percebemos que nada - absolutamente nada está perdido. Significa que estamos nos reencontrando dia após dia.

(Adriana)

Passarinho por dentro


"Dignos e sábios são os pássaros. Apesar de sofrerem por maldade alheia, de terem seus ninhos desfeitos, seus amores perdidos ou a sua asa ferida, sempre reconhecem forças e louvam a Deus logo pela manhãzinha. Todo homem deveria ser passarinho por dentro."

Wanderly Frota

Gratidão


"Um conselho: agradeça as pessoas que marcaram a sua vida. Agradeça àqueles que mudaram os seus passos. Reconheça o valor de quem contribuiu para que você se tornasse o que é hoje. A gratidão nos mantém em forma, bonitos."

Lucas Lujan

3 de setembro de 2014

Espírito de Fé


"A vida é uma luta contínua, e temos que enfrentar as coisas que nos apresentam com o espírito de fé. Às vezes nos defrontamos com problemas à primeira vista insolúveis, porém, a confiança em Deus resolve tudo. Se tivermos uma fé firme em Deus, então, por mais difícil que seja o problema, sempre se encontra uma solução. Diante de sofrimentos, lutas e tribulações, devemos nos guiar pela nossa fé. Tudo se torna mais fácil, quando se tem fé. Não uma fé oscilante, mas uma fé firme naquele que tudo pode e tudo nos concede!" 

Irmã Dulce

1 de setembro de 2014

Amadurecimento


Sempre fui uma pessoa muito madura. Aprendi a ser segura comigo mesma apesar de todas as minhas fragilidades... 
Pois foi com elas que fui , sou e serei forte.

(Adriana Silva)

Momentos difíceis


Na vida, existem acontecimentos sobre os quais não possuímos controle ou possibilidade de interferência a ponto de mudar os resultados. Resta-nos, não como consolo, mas como atitude inteligente e digna, o exercício da aceitação. Aceitação não é conformismo ou fuga. Aceitar significa receber com profundo amor os fatos que não podemos alterar e encará-los como fundamentais a serem vivenciados para o nosso crescimento.

Nestes momentos, lembre-se sempre da Prece da Serenidade:
"Senhor, Concedei-me a Serenidade para aceitar as coisas que eu não posso mudar, Coragem para mudar as coisas que eu posso, E Sabedoria para que eu saiba a diferença."

Não leve os problemas para casa


Esta é a história de um carpinteiro que foi contratado para arrumar algumas coisas numa fazenda.
O primeiro dia de trabalho do carpinteiro foi bem difícil. 
A serra elétrica quebrou. 
Cortou o dedo. 
E ao final do dia, o seu carro não funcionou. 
O homem que o contratou ofereceu-lhe uma carona para casa. 
Durante o caminho, o carpinteiro não falou nada. 
Sua aparência era de tristeza e frustração. 
Quando chegaram a sua casa, o carpinteiro convidou o homem para entrar e conhecer a sua família. Quando os dois homens estavam caminhando para a entrada da casa, o carpinteiro parou junto a uma pequena árvore e gentilmente tocou as pontas dos galhos com as duas mãos. Ao abrir a porta da sua casa, o carpinteiro transformou-se completamente. 
Os traços tensos do seu rosto transformaram-se em um grande sorriso, e ele abraçou os seus filhos e beijou a sua esposa. 
Após oferecer um café ao seu cliente, o carpinteiro acompanhou o homem até o carro. 
Assim que eles passaram pela árvore, o homem perguntou:
- Porque você tocou na árvore antes de entrar em casa? 
- Ah! Esta é a minha Árvore dos Problemas. Eu sei que não posso evitar ter problemas no meu trabalho, mas estes problemas não devem chegar até meus filhos e minha esposa. 
Então, toda noite, eu deixo os meus problemas aqui fora nesta Árvore quando chego em casa, e os pego no dia seguinte, quando saio. 
E sabe de uma coisa? – disse o carpinteiro. 
- Fale – respondeu o homem. 
- Toda manhã, quando eu passo aqui para buscar os meus problemas, eles não são nem metade do que eu me lembro de ter deixado na noite anterior.

Lição que podemos tirar dessa história:

Não dá para fugir dos problemas. Mas não podemos permitir que eles mudem o nosso comportamento, as nossas atitudes. 
Por isso, vamos usar a sabedoria e o bom senso na hora de tentar resolver nossos problemas. 
Nunca devemos tentar resolvê-los num momento de fúria, de emoção e nervosismo, pois correremos o risco de nos arrependermos pela decisão tomada.

(Mensagem encontrada na net, sem menção de autoria)

Objetivos


As pessoas querem as coisas da forma mais fácil. Mas a maioria delas conseguimos com dedicação. Podemos até conseguir uma ou outra sem esforço, ou por sorte. Mas a maioria virá por merecimento. A cada dia que se esforça traçando seu objetivo pode até ser que você não veja. Mas juntando-se os vários dias perceberá que conseguiu coisas grandiosas, que nem você não veria se fossem rápidas demais. Só percebemos o quanto mudamos depois de caminhar muito. Só vemos o nosso progresso maior depois de muito esforço. Porque a construção de uma grande obra se dá depois de uma grande qualidade de trabalho. Pois se ela for feita em poucos dias pode até se tornar grande mas não terá estrutura pra continuar em pé. Tudo que vem fácil se esvai facilmente. Aquilo que se cuida sempre, terá a oportunidade de continuar. Poderá passar por reformas, mas permanecerá. Faça assim com seus objetivos: Sempre os mantenha. Não desista ou pare porque chegou onde queria. Assim os resultados nunca escaparão dos seus dedos. Objetivos nunca devem morrer! Você pode até perder algumas vezes, mas nunca por desistir de lutar! Uma vez ouvi do Oscar Schmidt a a seguinte frase e nunca me esqueci dela: Sabe quando você está cansado e não aguenta mais? Então, tente mais um pouco, pois é nesse pouco a mais que está a sua vitória!

(Adriana)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...